Enviei meu currículo, e agora? 

Enviei meu currículo, e agora? O que fazer depois de enviar o meu currículo? Como saber se a empresa o recebeu? Quanto tempo devo esperar por uma resposta do recrutador? 

Esses e outros questionamentos certamente surgirão durante um processo seletivo.

E quanto menos você conhecer sobre as etapas de um processo seletivo, mais ansioso você vai ficar e isso poderá te atrapalhar ao longo do caminho.

Por isso, contamos para você que deseja saber quais são as etapas de um processo seletivo, como ele funciona e qual é o tempo médio de duração.

Após a leitura deste conteúdo, você estará muito mais preparado para encarar o processo seletivo da forma mais tranquila e adequada possível.

Boa leitura!

1 – Antes do processo seletivo: evite abordar os recrutadores

O primeiro ponto que você precisa ter em mente após ter enviado o seu currículo é que você não tem controle sobre o processo seletivo.

Por isso, abordar ou perguntar para os recrutadores como está o andamento desse processo, pode demonstrar ansiedade, impaciência e desrespeito com o tempo do processo e do recrutador.

Isso não significa que você precisa ficar alheio ao avanço ou não nas etapas do processo. 

Você pode entrar em contato com a empresa ou com o recrutador para confirmar se o seu currículo foi recebido, por exemplo. 

Ou, alguns dias depois do prazo combinado de receber um retorno, perguntar como está o processo e se há alguma resposta.

No entanto, indicamos que esse seja o contato máximo que você faça. 

Afinal, os recrutadores recebem muitos currículos e pode demorar um pouco para que possam analisá-los.

Os recrutadores possuem critérios próprios de seleção e, na grande maioria das vezes, quando seu currículo é selecionado, eles irão te dar um retorno sobre o processo. 

Portanto, mantenha a calma e espere com paciência!

2 – O processo seletivo começa muito antes da vaga ser anunciada

Um processo seletivo começa a ser definido muito antes da vaga de emprego ser divulgada e, portanto, antes de você enviar seu currículo.

Geralmente, quando os chefes e gestores percebem a necessidade da contratação de uma pessoa para exercer determinado cargo, os critérios do processo seletivo já começam a ser estruturados.

Alguns deles são:

  • Qual é a vaga/cargo em questão?
  • O que vai ser preciso para encontrar a pessoa ideal?
  • Qual é o perfil do candidato que estamos buscando?
  • Quais são as características técnicas e comportamentais mais relevantes para o cargo?

Essas são algumas perguntas que os gestores da área irão responder para, assim, encontrar a pessoa que estão buscando.

Após isso, é comum que, primeiramente, eles busquem possíveis candidatos no próprio quadro de colaboradores atuais da empresa. 

Caso não encontrem, podem buscar indicação com os funcionários ou em sua rede de contatos.

E se, ainda assim, não encontrarem candidatos, a vaga é anunciada. 

Esse é o momento e a oportunidade perfeita para você enviar o seu currículo ou anunciar o seu interesse em algum site específico, como nas agências de emprego ou no LinkedIn, por exemplo.

3 – Enviei meu currículo. E agora?

Agora que você já enviou o seu currículo, vamos te contar um pouco mais sobre os próximos passos.

A primeira etapa dos processos seletivos é a triagem de currículos.

Nesse momento, os recrutadores farão uma leitura rápida do seu currículo, buscarão as informações essenciais para entender se você é compatível com a vaga e podem, também, pesquisar mais sobre você.

Por isso, aqui vai uma dica de ouro: mantenha o seu currículo com as informações relevantes em destaque e de maneira clara para facilitar a leitura do recrutador. 

Isso com certeza vai te ajudar a ter um currículo que irá despertar a atenção dos avaliadores neste momento de triagem. 

Não se esqueça: os recrutadores estão avaliando uma quantidade muito grande de currículos e você precisa garantir que o seu irá se sobressair.

O próximo passo é a escolha dos melhores currículos. Na maioria das vezes, os recrutadores escolhem de 10 a 20 candidatos. 

A partir de então, os recrutadores poderão fazer uma ligação ou algum outro tipo de contato para começar a sondagem. 

Nesse ponto, o objetivo é colher algumas informações para entender se o candidato está de acordo com o que a empresa está buscando. 

Após a sondagem, os recrutadores poderão realizar, ainda, alguns testes e dinâmicas antes de decidir o número de candidatos que irão avançar para a etapa de entrevistas.

Ao todo, um processo de triagem pode durar de 15 a 20 dias, mas isso varia de acordo com a complexidade do cargo ou ritmo da empresa que está realizando o processo seletivo. 

4 – Prepare-se para possíveis testes e avaliações

Depois de enviar seu currículo, você poderá ser chamado para outras etapas de avaliações antes das entrevistas, como para participar de testes e dinâmicas.

Para estes casos, mais do que entender e dominar as técnicas para se destacar em uma dinâmica de grupo, busque ser o mais natural possível, sem se envolver em polêmicas ou emitir opiniões que possam te prejudicar.

Na maioria das vezes, os testes comportamentais e psicológicos não são de caráter eliminatório, ou você passa ou você não passa.

Eles servem para oferecer informações complementares sobre o perfil dos candidatos, o que ajudará o recrutador a selecionar aqueles com o melhor perfil para a vaga e que irão seguir para a próxima etapa.

Geralmente, o número de pessoas selecionadas é de 5 a 8. E essa etapa pode durar aproximadamente 15 dias.

Quer saber qual a próxima etapa caso seja um dos selecionados? 

Continue a leitura!

[eBook Grátis] 

Ebook Mapa do Emprego Gratuito Eventos RH

[eBook Grátis] 

O MAPA DO EMPREGO

CONHEÇA OS 3 PASSOS FUNDAMENTAIS PARA A CONQUISTA DO NOVO EMPREGO

Depois de conduzir centenas de processos seletivos como especialistas em RH, elencamos para você 3 estratégias que fazem toda a diferença na busca por uma nova oportunidade profissional.

Por favor, insira seu nome e seu email para baixar o seu ebook gratuito Mapa do Emprego.

loading...

5 – Entrevista: a fase mais importante do processo seletivo

Se você foi uma das 5 ou 8 pessoas selecionadas para dar continuidade no processo seletivo, chegará na fase de entrevistas.

Nesse ponto, como já falamos anteriormente, é importante você estar preparado. 

Lembre-se: quanto mais informações você tiver sobre a vaga e sobre a empresa em que você está realizando a entrevista de emprego, mais chances você tem de se destacar durante a sua entrevista.

E ainda: no momento da entrevista, é importante que você saiba que a avaliação é mútua. 

Por isso, busque compreender também se essa vaga faz sentido para você. E saiba que o avaliador também está procurando entender se você faz sentido para a empresa.

Então, destaque os pontos relevantes que condizem com o perfil da vaga e fale sobre você de maneira natural, sem exagerar demais, mas também sem ser sucinto demais. 

Fase final com o gestor

Além da entrevista com o recrutador, muitas empresas costumam realizar uma outra rodada de entrevistas com 2 ou 4 finalistas. 

Na fase final, os finalistas normalmente são entrevistados pelo(a) gestor(a) responsável pelo setor da vaga em questão ou até pelo superior do gestor.

Se você chegou até aqui, com certeza está dentro do perfil que a empresa está buscando. 

Nessa etapa, será realizado o famoso “pente fino” para escolher o candidato ideal e finalizar o processo seletivo.

Após a entrevista, os candidatos finalistas serão avaliados internamente pelos chefes e responsáveis. 

Inclusive, existem casos em que outros chefes podem se interessar em realizar mais uma entrevista com o candidato para que eles tenham uma segunda opinião.

Essas são as etapas finais do processo. Quando a vaga não exige tanta complexidade e a contratação precisa ser imediata, essa fase pode durar poucos dias. 

Contudo, se a vaga for mais criteriosa, você pode esperar um pouco mais para obter a resposta final. 

6 – Fui selecionado no final do processo seletivo. Fui contratado?

Nessa fase, chegou o grande momento! Você foi selecionado e agora vai começar a sua trajetória profissional na empresa dos seus sonhos. Você começa no dia seguinte?

A resposta é: não! 

Após ser selecionado, algumas empresas costumam negociar os salários e condições de contratação. 

Uma vez que os acordos são feitos, você irá organizar os seus documentos para realizar o seu registro. 

Quando os documentos são entregues e está tudo em ordem, você enfim é contratado e estará 100% pronto para comemorar e iniciar a sua nova jornada. 

Conclusão

Como você pôde acompanhar ao longo do nosso conteúdo, um processo seletivo pode ser demorado, com muitas etapas e isso pode causar um pouco de ansiedade.

Por isso, saiba que se você não é selecionado para participar de um processo, não significa que você não seja um bom profissional. Você apenas não tem o perfil necessário que a empresa está buscando naquele momento.

Dessa forma, ao enviar o currículo para uma vaga de emprego, tenha paciência e prepare-se para as etapas exigidas nesse processo de seleção.

Ao passo que você for avançando nas etapas de seleção, aproveite para consultar bnossos artigos no blog quantas vezes quiser para garantir que irá se sair bem em todas elas, ok?

Respire fundo, tenha paciência e boa sorte!

Siga-nos também nas redes sociais para receber mais dicas como essas!