Baixe gratuitamente nossos Modelos de Currículo Preenchidos  


Economize tempo e aprenda com quem sabe. Aproveite estes modelos de CV criados por especialistas em  Recrutamento e Seleção e elabore um currículo de sucesso.

Currículo de Sucesso: passo a passo para elaborar um currículo coerente e atrativo


O que você vai ler neste artigo:


Antes de mais nada, você sabe qual é a importância do currículo no processo seletivo?

Em geral, um bom produto vem acompanhado de uma boa apresentação.

Ainda assim, você já deve ter visto produtos de qualidade duvidosa terem uma explosão de vendas, enquanto que excelentes produtos mal saem da prateleira, não é mesmo?

Neste caso, é fácil deduzir que a diferença de resultado nas vendas está relacionada com a forma como este produto é apresentado para o público.

Ou seja, não basta ter um excelente produto se você não for capaz de mostrar o seu valor.

De forma análoga, a mesma coisa acontece com o seu currículo.

De um lado, um mal profissional até consegue mentir sobre suas qualificações em seu currículo, mas seu sucesso não costuma passar das primeiras entrevistas.

Do outro, um excelente profissional que não consegue deixar isso claro no currículo, e que provavelmente vai passar despercebido na pilha de currículos avaliados.

Por isso dizemos que, para ter sucesso no processo seletivo, você necessariamente vai ter que passar pela a etapa de elaboração de um currículo coerente e atrativo.

Mas é importante frisar que, se por um lado, um bom currículo, por si só, não garante seu sucesso, do outro, um currículo mal feito pode impedi-lo!

Já vimos muitos bons candidatos serem excluídos de processos seletivos por não fazerem uma boa apresentação através do seus CVs.

Sendo assim, aqui já vai a primeira dica: você precisa tomar cuidados especiais ao elaborar o seu currículo, principalmente para que ele não se torne um inimigo nos processos seletivos em que você poderia participar.

Se ele não conseguir, por si só, abrir portas para você, que estas dicas ajudem você a nunca ser excluído de um processo por falta de cuidados em sua elaboração.

Neste artigo, vamos te ajudar a desenvolver um currículo coerente, atrativo e te dar todas as dicas para otimizá-lo de acordo com a sua trajetória profissional.

Boa leitura!

1 – PERSONALIZE SEU CURRÍCULO DE ACORDO COM A VAGA

Primeiro, compreenda o que os recrutadores buscam para a vaga

Nenhuma posição ou vaga é igual à outra, lembre-se disso.

Assim, o seu currículo não pode ser o mesmo para todas as vagas e processos para os quais se candidatar.

Por esta razão, é preciso analisar cada uma das oportunidades que aparecem e fazer as adaptações necessárias.

E então, busque personalizar o seu currículo para cada tipo de oportunidade surgida, valorizando mais ou menos determinados aspectos de seus dados, conforme o perfil proposto pelo requisitante.

Também, tenha sempre em mente que você precisa se comunicar com o recrutador.

Ou seja, ao ler o seu currículo, ele precisa perceber que você está tentando falar com ele, demonstrando que leu o anúncio e compreendeu bem as características da posição oferecida.

Depois, dê destaque para o que eles querem saber de você

Agora que você já entendeu  o que se espera do candidato, dê destaque aos principais pontos, requisitos e características que ele mencionou no anúncio.

Comece pelos mais simples, como, por exemplo, pelo endereço, idade, até chegar aos mais complexos.

Fontes um pouco maiores, negrito, destaque na apresentação podem fazer a diferença entre o seu currículo ir para a gaveta ou para a continuidade no processo.

Por exemplo, se o requisitante anunciou que está procurando por um Gerente de Recursos Humanos, não vá mandar para ele o seu currículo padrão onde consta que sua principal área de interesse é Gerente de Relações Industriais ou de Gerente Administrativo e Financeiro.

Ou seja, nunca espere que o recrutador vá ler detalhadamente o seu currículo dentre dezenas ou centenas de currículos e se esforçar para perceber que toda a sua experiência e qualificação o tornam um forte candidato. Você tem que mastigar isso para ele!

Lembre-se: a triagem de seu currículo nem sempre é feita pelo requisitante final.

Muitas vezes ela é feita por pessoas sem a experiência necessária para definir se aquele título mencionado é a mesma coisa que a empresa está procurando.

Dependendo da quantidade de interessados na primeira triagem, os currículos são eliminados simplesmente pelo título, muitas vezes até automaticamente pelo computador.

Imagine as dificuldades para comparar outros itens de seu currículo com o que o requisitante está procurando

Então, facilite as coisas! Ainda seguindo o exemplo acima, se você realmente tem interesse na oportunidade, mencione logo de cara que a sua principal área de interesse é Gerente de Recursos Humanos.

Resumindo, tome estes mesmos cuidados em cada um dos itens de seu currículo, sempre procurando uma identificação entre o que o requisitante procura e o que você tem a oferecer.

Vamos para o próximo passo?

2- SEJA CLARO E OBJETIVO

Mentir ou omitir informações no seu currículo…cuidado!

Agora que você já personalizou o seu currículo para a vaga especificada, nosso aviso é: cuidado!

Muitas pessoas mentem ou omitem informações no currículo. E isso, além de antiético, como toda mentira, costuma ter perna curta.

Nossa recomendação é clara e contundente: nunca minta em seu currículo.

O máximo que se permite é omitir alguma informação, desde que isso não crie dificuldades ou algum constrangimento nas etapas seguintes no processo.

Contudo, se você teve a infelicidade de omitir alguma informação extremamente relevante para o requisitante, na primeira oportunidade que tiver contato com ele, seja honesto e de maneira adequada, não ingênua.

Revele o acontecido a ele para não ser prejudicado nas etapas seguintes do processo seletivo, quando a verdade certamente virá à tona.

Quando se omite algo do currículo, o requisitante pode se sentir ludibriado e ou constrangido e não considerá-lo como o candidato adequado. Ao contrário, a sua honestidade na revelação da omissão e do porquê dela certamente poderá contar como ponto a seu favor.

E lembre-se: Nada de encher linguiça!

Avalie e pense muito bem antes de encaminhar um currículo com mais de 1 página, ainda que você tenha qualificações e outras habilidades para encher um livro.

Nada de relatar todo o seu histórico escolar, todos os seus documentos e dados pessoais, empregos, cursos, palestras e seminários que você já participou na vida.

Salvo situações pontuais onde isto é solicitado, um currículo assim dificilmente será lido.

Por exemplo, já tivemos contato com currículos de profissionais que se candidataram a posições de Gerência mencionando as importantes experiências que eles tiveram enquanto Office Boys no início de sua carreira, a igreja em que foram batizados e seus respectivos padrinhos.

No item escolaridade, outros se preocupavam em mencionar dados da pré-escola e até mesmo jardim de infância.

Para agravar, anexavam todos os documentos comprobatórios, inclusive diplomas, tudo devidamente encadernado.

A pergunta é: exceto se estivessem enviando o material para ser escrita uma biografia, o que fazer com um currículo destes?

Preocupe-se em relatar em seu currículo, de forma personalizada para cada oportunidade, apenas aquilo em que você realmente é bom e tem de melhor, ou dê as informações que forem solicitadas dando a ênfase adequada em consonância com os requisitos da vaga ou posição disputada.

Por fim, não faça textos explicando os assuntos. Não conte histórias e nem disserte muito sobre os temas. Utilize o recurso de frases curtas de, no máximo, três linhas, adotando um estilo direto e objetivo.

3- ORGANIZAÇÃO DAS INFORMAÇÕES

Bom, convenhamos de que de nada vai adiantar fazer um currículo perfeito e encaminhá-lo ao selecionador de qualquer forma. Então, apenas para que você “não morra na praia”, listamos aqui algumas dicas básicas, mas que fazem a diferença:

– SE FOR ENTREGAR EM MÃOS: Se precisar entrar o currículo em mãos, nada de encadernação, plastificação, etc. Evite xérox, principalmente as de má qualidade. Entregue o seu currículo limpo, sem amassar ou dobrar;

– TIPO DE LETRA: Escolha um tipo de letra que facilite a leitura (exemplo Arial, Tahoma ou Calibri), bem como dê ao seu currículo uma aparência sóbria, elegante e adequada. Evite exageros de cores, negritos, sublinhados e outros recursos exóticos;

– NADA DE ANEXOS: Se não for solicitado, não anexe cartas de referências ou certificados de conclusão;

– FOTO, PRETSENSÃO SALARIAL, ETC.: Não coloque foto, bem como não informe pretensão salarial e nem o último salário, exceto quando isto for solicitado pelo requisitante;

– ERROS GRAMATICAIS: Antes de encaminhar o currículo, leia-o e releia-o para se assegurar de que não há erros gramaticais;

– COMO ENVIAR: Sempre que enviar o seu currículo, faça-o acompanhado de uma carta ou um email, da forma mais personalizada possível;

– CARTA DE APRESENTAÇÃO: Na carta ou no email, de forma resumida, procure demonstrar as razões de seu especial interesse pela posição em disputa. A carta ou email, se bem redigidos, podem ajudar na apresentação de seu currículo, despertando mais interesse no selecionador;

– DATA ATUALIZADA: Sempre que possível, date o seu currículo sempre que enviá-lo para alguém.

Assista ao também:

4- O QUE DEVE SER COLOCADO NO CURRÍCULO ?

Não há um formato padrão obrigatório no mercado de trabalho em termos de conteúdo, forma e estrutura de um bom currículo.

No entanto, e com base em nossa experiência profissional em lidar com os mais variados tipos de currículos, apresentamos, em essência, as condições e estrutura ideais, bem como orientações, recomendações e exemplos para você elaborar o seu próprio currículo dentro das técnicas mais adequadas e utilizadas atualmente no mercado de trabalho.

Segundo nossa experiência, para o conteúdo de seu currículo estar de acordo com as exigências mínimas dos profissionais que lidam com recrutamento e seleção de pessoal deverá contemplar cada um dos itens abaixo:

DADOS PESSOAIS: 

Em resumo, recomendamos que você coloque: Nome completo, Endereço (região, bairro ou completo), Telefones e Email, Estado Civil e Idade.

Contudo, recomendamos que leia algumas reflexões abaixo para que você possa avaliar e decidir sobre o que enfatizar ou dar pouco destaque considerando a posição almejada e a realidade de mercado.

Com base na nossa experiência, não há a menor necessidade (e nem é recomendável) que você forneça outros dados que o identificam, como por exemplo: Documentação, Filiação, Parentesco, Nome da esposa ou esposo, Nome e idade dos filhos, etc.

Como regra geral, não mencione esses dados em seu currículo, exceto quando solicitado ou quando estiver em processo final de contratação, pois não são informações relevantes para o entrevistador. Muito pelo contrário, elas costumam depor contra a qualidade do currículo e do candidato.

Qual endereço colocar quando a oportunidade é em outra cidade?

Quando perceber que o requisitante dá preferência por pessoas que residam no local da empresa e você não mora lá, mas tem parentes ou amigos por lá, verifique a possibilidade de mencionar o seu endereço como o de alguém conhecido. Só não esqueça de consultar a pessoa deste endereço em questão.

O requisitante não sabe se você poderá morar facilmente no local da empresa.

Logo, se você der seu endereço original, sem maiores explicações, ele poderá desqualificá-lo por supor que a sua contratação vai implicar em mudanças e gastos, dando preferência para outros candidatos locais.

Se você for chamado para entrevistas, logo esclareça tudo isto, tranquilizando o requisitante que a mudança para você é algo natural e até mesmo desejável.

Cuidados especiais ao fornecer seus contatos ao selecionador

Quando perceber que o requisitante dá preferência por pessoas que residam no local da empresa e você não mora lá, mas tem parentes ou amigos por lá, verifique a possibilidade de mencionar o seu endereço como o de alguém conhecido. Só não esqueça de consultar a pessoa deste endereço em questão.

O requisitante não sabe se você poderá morar facilmente no local da empresa.

Logo, se você der seu endereço original, sem maiores explicações, ele poderá desqualificá-lo por supor que a sua contratação vai implicar em mudanças e gastos, dando preferência para outros candidatos locais.

Se você for chamado para entrevistas, logo esclareça tudo isto, tranquilizando o requisitante que a mudança para você é algo natural e até mesmo desejável.

Ebook Meu Trabalho, Minha Carreira e Meu Sucesso - Paulo Pereira

Infelizmente, temos que falar sobre preconceito no mercado

Com relação ao seu estado civil, recomendamos que o mencione em seu currículo.

Entretanto, tenha em mente que o preconceito ainda está presente em nossas relações. Nem todo mundo, infelizmente, lida corretamente e naturalmente com situações tipo: separado, vive maritalmente, divorciado, etc.

Ou seja, infelizmente, se a triagem de seu currículo for feita por pessoa não habilitada para tal ou por pessoas preconceituosas, há o risco dele ser eliminado “de cara”, sem que seus outros dados (e mais importantes) sejam sequer analisados.

Da mesma forma, o mercado de trabalho lida muito mal com informações sobre idade.

Para alguns cargos, a questão da idade pode ajudar. No entanto, para outros cargos, o efeito pode ser contrário. E isto pode ocorrer em decorrência de exigências ou características próprias do cargo ou por mero preconceito ou despreparo do contratante.

O seu local de nascimento e nacionalidade também são informações que você pode destacar ou não em seu currículo, ou simplesmente omitir.

Isto vai depender muito de cada caso, circunstância ou finalidade em que seu currículo estiver sendo analisado ou encaminhado.

Por exemplo, se uma empresa em determinada região, por falta de opções locais, estiver procurando por profissionais em outras regiões, ela pode optar por profissionais (em princípio que estejam em igualdade de condições curriculares) que demonstrem maior facilidade de adaptação ao local em que ela está situada.

Destacar este aspecto pode ser interessante em algumas oportunidades.

Por outro lado, e infelizmente, você não deve ignorar que existem posturas provincianas e racistas em nosso meio. Essas posturas e preconceitos descabidos ora podem “beneficiar”, ora podem “atrapalhar” o candidato.

Nossa recomendação:

De todas as formas, o ideal é que você seja sempre assertivo com os seus dados, doa a quem doer.

Analise bem o tipo de anúncio que está respondendo, adaptando-o segundo seus interesses e características do requisitante.

Se achar que não precisa correr riscos por conta de posturas preconceituosas, opte por omitir algumas destas informações em seu currículo ou posicioná-las no final.

Isso pode fazer com que a pessoa que o está analisando concentre-se no mais importante e releve esta informação a um segundo plano, veja o exemplo:

Exemplo de Dados Pessoais no Currículo:

Renato Silva de Almeida
Brasileiro, casado, 38 anos, São Paulo/SP
Contato: +55 16 9xxxx-xxxx (cel) / 16 3515-5400 (res), recados com: Ana Paula | E-mail: renato@dominio.com.br
Linkedin: https://www.linkedin.com/in/renato-almeida-21a78022

OBJETIVO PROFISSIONAL:

Se estiver apenas elaborando um currículo padrão, ou seja, para nenhuma oportunidade específica, mencione, objetiva e resumidamente, em quais áreas ou cargos você gostaria de atuar ou para os quais você apresenta as melhores qualificações.

Podem ser mencionados tanto cargos como áreas de interesse. Você pode mencionar mais de um cargo ou área de interesse, de acordo com suas qualificações.

Evite denominações muito amplas ou genéricas de áreas que não comunicam direito o que você pretende ou que está qualificado para desempenhar.

Exceto se você tem o domínio amplo sobre ela, podendo exercer várias atividades em vários níveis dentro dela.

Sempre que possível, procure usar terminologias, tanto para cargos como para áreas, que sejam facilmente compreendidas ou identificadas pelo mercado.

Procure usar apenas uma única linha de seu currículo para fornecer esta informação. Se precisar, utilize no máximo duas.

Agora, se for para uma oportunidade específica, coloque exatamente e especificamente o título que consta do anúncio ou mencionado pelo requisitante.

De preferência, cite na frente do título os dados da fonte onde tomou conhecimento da divulgação da oportunidade.

Muito importante: evite mencionar títulos para cargos e níveis muito diferentes entre si.

Por exemplo, mencionar ao mesmo tempo Diretor de Recursos Humanos e Gerente de Recursos Humanos. Ou Gerente Administrativo e Financeiro e Supervisor Administrativo e Financeiro.

Escolha entre um nível ou outro, principalmente quando estiver enviando o currículo para uma oportunidade clara, conhecida e específica.

Outra forma de relatar o Objetivo Profissional:

Exemplo 1 de Objetivo Profissional no currículo:

Gerente Comercial / Gerente de Filial

Vale lembrar que não é preciso que você mencione títulos ou nomes de cargos.

Se você estiver em início de carreira ou não for possível ser muito específico por razões diversas, você pode mencionar a sua área de interesse em forma de frase, como por exemplo:

Exemplo 2 de Objetivo Profissional no currículo:


Coordenar atividades relacionadas com vendas e ou representações comerciais, em nível de gerência

RESUMO

Não é obrigatório, mas é recomendável que você inclua um resumo sobre seu perfil profissional, tentando demonstrar sua trajetória profissional, experiências e habilidades adquiridas. Este campo pode facilitar a leitura dinâmica do selecionador.

É nele que você vai resumir todas as suas principais habilidades e qualificações, adquiridas ao longo de sua vivência profissional e pessoal, através de experiências com trabalhos realizados, formação acadêmica, cursos de desenvolvimento e aperfeiçoamento pessoal e profissional.

Mesmo que nunca tenha trabalhado, procure demonstrar as suas qualificações e habilidades naturais e as adquiridas no dia-a-dia, em especial aquelas que podem ser muito úteis para a posição em disputa.

Ao demonstrá-las, procure oferecer indicadores mensuráveis ou indicadores que demonstrem a exata dimensão, intensidade e importância delas, como por exemplo:

  • Valores manuseados;
  • Resultados atingidos;
  • Ramo de negócio (eventualmente nome da empresa, se for conhecida);
  • Equipamentos ou tecnologia utilizados;
  • Nível de participação e envolvimento;
  • Posição hierárquica;
  • Ambiente organizacional.

É neste item que você deve mencionar, também, suas outras habilidades e qualificações, a saber:

  • No uso da tecnologia, sistemas e equipamentos especiais;
  • Conhecimento de outros idiomas;
  • Habilidades e conhecimentos adquiridos em experiências com viagens internacionais.

Concentre-se em transmitir quais são os seus pontos fortes ou quais os pontos que você tem domínio e que estejam diretamente relacionados com as áreas ou cargos de seu interesse.

Seja objetivo e conciso em suas ideias. Escreva frases curtas (no máximo de duas a três linhas por frase).

Exemplo de RESUMO no currículo:

    • Experiência generalista de 12 anos em Recursos Humanos, sendo responsável pela implantação e elaboração de políticas para todos os subsistemas de RH, sendo eles: Cargos e Salários, suporte Jurídico/Trabalhista, Atração e Aquisição de Talentos, Gestão de Desempenho e Sucessão, Work Force Planning e Treinamento e Desenvolvimento corporativo.
    • Atuação como consultora interna e externa em Processos de Executive Recruitment, Outplacement e Consultoria em Human Capital para profissionais e empresas de diferentes setores a nível Brasil.
    • Capacidade para atrair, identificar, recrutar e desenvolver talentos a nível nacional e internacional, em diferentes níveis hierárquicos.
    • Atuação em multinacionais e nacionais de grande porte, no Brasil e América do Sul no ramo de Tecnologia, Indústria e Consultoria. Habilidade para estruturar áreas, definir e alinhar cargos e movimentações de pessoal, alinhando pessoas e organogramas com a estratégia de negócio.
    • Experiência com aquisições e fusões de empresas de grande porte, realizando a integração de funcionários e áreas, revisão de benefícios e organogramas, reorganização de áreas, contratações, movimentações, desligamentos e estrutura de cargos, salários e carreiras.
    • Habilidade na condução de negociações em ambientes multiculturais, na liderança de equipes multidisciplinares, praticidade com processos e bom relacionamento interpessoal com pares, clientes e stakeholders.
    • Vivência profissional nos Estados Unidos, Ásia e países na América do Sul. Fluente em inglês, espanhol de compreensão em nível intermediário e conversação básica (cursando).
  • Psicóloga voluntária para organizações humanitárias nacionais e internacionais em desastre e emergência à saúde.

LEIA TAMBÉM: COMO SE COMPORTAR NAS ENTREVISTAS DE EMPREGO

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Agora que você já atualizou seus dados pessoais, objetivo profissional e resumo, chegou a hora de focar na formação acadêmica.

Bom, comece mencionando apenas os cursos regulares de formação técnico profissional que você frequentou ou está frequentando.

Muitas pessoas, desnecessariamente, costumam indicar todo o seu histórico escolar – desde o 1º grau – o que só depõe contra a qualidade do currículo e do candidato.

Além do nome do curso ou da área de formação, mencione também outros dados que qualificam o curso, como, por exemplo:

  • o nome da faculdade ou escola (especialmente e principalmente quando se tratar de escola ou faculdade de competência reconhecida no mercado – nacional ou internacionalmente);
  • o local;
  • e se possui registro do diploma no respectivo conselho de classe, sem mencionar o número.

E ainda, se você fez ou está fazendo algum curso de pós-graduação, mestrado ou especialização, dê igualmente o devido destaque.

Não misture informações sobre formação acadêmica com informações relacionadas a cursos extra curriculares, que deverão ser apresentadas em um tópico específico em seu currículo.

Exemplo de Formação Acadêmica no currículo:

– MBA em Business Intelligence – University of London – UK – 2016
– Pós Graduação em Gestão Empresarial e Marketing – ESPM – São Paulo/SP – 2010
– Bacharel em Propaganda e Marketing – USP – Universidade de São Paulo – São Paulo/SP – 2000

HISTÓRIO PROFISSIONAL

Uma dúvida frequente que você deve ter é: devo informar todas as minhas experiências?

Neste item, você deve demonstrar para a empresa que está analisando o seu currículo o resumo de sua trajetória profissional, com ou sem vínculo empregatício.

Não há necessidade de mencionar todo o seu histórico profissional, em ordem cronológica de acontecimento, nem mencionar experiências que nada acrescentam para a empresa que o está procurando.

Pelo contrário, mencione apenas os principais vínculos empregatícios ou atividades autônomas que você já teve ao longo de sua carreira, da mais recente para a mais distante, começando pela atual.

Se tiver muitas passagens, mencione apenas as cinco últimas ou as mais significativas.

Assista também:

Como organizar as informações:

Aqui, algumas dicas sobre como organizar as informações:

Dê essas informações de forma organizada e comunicativa, a ponto de que quem esteja lendo consiga se situar na informação sem muito esforço,naturalmente percebendo e compreendendo a sua evolução profissional.

Mencione o nome da empresa na qual está trabalhando atualmente ou tenha trabalhado anteriormente. Se for (ou foi) atividade autônoma, especifique-a.

Dê informações que identifiquem a localização da empresa. Não há necessidade de colocar o endereço completo. Indique apenas a região, a cidade e o estado.

Mencione o setor econômico ou ramo de atividade de atuação da empresa, quais os principais produtos ou serviços que são oferecidos ou prestados por ela.

Mencione o título do cargo ou função inicial que você está ocupando atualmente ou apenas a última função, bem como as datas de admissão e desligamento.

Se você fez uma carreira com várias promoções e alterações, mencione isto de tal forma que o requisitante possa sentir a sua evolução dentro da empresa e das empresas como um todo.

Quais informações devo colocar neste campo?

Não há necessidade de dar as informações como se estivesse preenchendo campos de um formulário.

Seja criativo de tal forma a ensejar curiosidade nas entrevistas. Seja bastante objetivo, claro e resumido nas indicações.

A quantidade e a qualidade das informações que você oferece neste item estão naturalmente relacionadas ao nível do cargo e da posição em disputa.

Assim, quanto mais qualificada, mais necessário um detalhamento das principais atividades / trabalhos que você desempenhava no cargo e também os resultados mais relevantes que conquistou em cada empresa.

É muito importante não mencionar qualquer trabalho só para preencher espaços.

Se você ainda é um profissional iniciante, é válido relatar algum pequeno trabalho que tenha feito, mesmo que de forma voluntária, ajudando nos negócios de amigos e parentes.

Programa de estágio e projetos escolares que possa ser relevantes também são super bem-vindos.

O importante é que você consiga demonstrar algo que já tenha realizado, mas que possa também indicar ou sugerir informações adicionais sobre a sua capacidade de realização, competência e experiência.

Ao mencionar os trabalhos, de maneira bastante objetiva, concisa e em frases curtas, procure dar informações que indiquem a complexidade dos mesmos, o ambiente em que foi realizado (inclusive a empresa, se for conhecida), os resultados alcançados, bem como o seu grau de envolvimento e participação.

Exemplo de Histórico Profissional no currículo

Empresa: Empresa xxxxxxxxxxxxx – São Paulo/SP (07/2014 – Atual)
Ramo: Agronegócios: Importação e distribuição exclusiva de alimentos, medicamentos e acessórios de uso veterinário.
Cargo: Gerente Corporativo de Marketing

– Elaboração de planos de marketing, montagem da política comercial (estrutura de preços, prazos, descontos e volumes), criação e definição de estratégias, estabelecimento de metas e objetivos, programas de lançamento, coordenação na criação e produção de materiais promocionais.
– Participação ativa na introdução e posicionamento de mercado de diversos produtos (Proplan, Ossobuco, Ciclos, Vacinas Fort Dodge e Intervet, etc) e um dos principais responsáveis pela introdução e posicionamento dos produtos da linha Eukanuba no Estado de São Paulo.
– Elaboração e montagem de toda estrutura de distribuição (Divisões territoriais, distritais e setoriais), recrutamento, seleção e treinamento de equipes (vendas, promoção, merchandising), desenvolvimento de amplos programas de capacitação profissional envolvendo: organização e planejamento, classificação de clientes (Curva A, B, C), programações de visitas, administração de tempo e território, controle de estoque e avaliação de giro, técnicas de vendas, técnicas de comunicação (visual, corporal e verbal), motivação e entusiasmo e outros temas.
– Definição e distribuição de objetivos de vendas, análise de vendas e elaboração de estratégias de crescimento vertical e horizontal.

Empresa: Empresa xxxxxxxxxxxx – São Paulo/SP (01/2009 – 06/2014)
Ramo de Atividade: Comercio Varejista de Vestuário e Moda
Cargo Final: Gerente de Marketing (Cargo Inicial: Coordenador de Marketing)

– Responsável direta por toda área de Marketing e vendas on / off line da empresa.
– Planejamento Estratégico, formação de equipes e gestão de projetos.
– Responsável por Gerar o cronograma de divulgação, plano de mídia e briefing para criação de peças. Aprovar plano de marketing e peças de divulgação com cada área demandante.
– Coordenar toda campanha publicitária da empresa. (folders, site, e-mail marketing, catálogos e novas mídias).
– Elaborar estratégias de vendas on line para o Exterior e atingir as metas estipuladas.
– Criação anual das novas coleções de produtos.
– Promover e vender os produtos da empresa em feiras nacionais e internacionais.
– Responsável pelos relatórios gerenciais, desenvolvimento de novos fornecedores e parcerias, controle de Budget. Implantação de informativos internos, criação de promoções para os PDVs, estudo de mercado / inteligência de marketing e eventos.
– Gerenciar as compras de toda matéria-prima utilizada no desenvolvimento das coleções.
– Coordenar e Planejar, implantar e gerenciar ações de posicionamento de marca no mercado.

Empresa: Empresa xxxxxxxxxxxx – São Paulo/SP (03/2000 – 12/2008)
Ramo: Hotelaria
Cargo Final: Supervisor de Marketing (Cargo Inicial: Assistente Comercial)

– Atuação na gestão de equipes, incluindo negociação com clientes na finalização das vendas visitas, capacidade de liderança, e treinamento;
– Viagens para representar a rede de hotéis, captação de novos clientes, pessoa física e Jurídica;
– Experiência na prospecção de novos mercados e interface com clientes, visando o fechamento de novos negócios;
– Negociação de contratos e processo administrativo dentro das normas e política comercial da empresa;
– Criação de todo ação de Marketing e gerenciamento das mídias sociais da Rede de Hotéis.

CURSOS EXTRACURRICULARES

Na hora de preencher este campo e selecionar as informações relevantes, tenha em mente o seguinte: para o requisitante, o que importa aqui é a qualidade dos cursos tenha feito, e não a quantidade.

Ninguém está interessado em saber o quanto você gosta de sala de aula, mas sim o que tem feito na busca de um aperfeiçoamento complementar.

Portanto, não há necessidade e nem é recomendável mencionar todos os cursos que você realizou ao longo de sua carreira profissional ou de sua trajetória pessoal.

Mencione apenas aqueles cursos que decisivamente contribuíram para o seu desenvolvimento e aperfeiçoamento profissionais, ou que sejam referências no mercado de trabalho como sinônimo de algo diferenciado.

Principalmente, mencione os cursos que podem interessar a empresa para a qual você está encaminhando o seu currículo.

Especialmente os de conhecimentos técnicos específicos, principalmente se estiverem mencionados no perfil da posição anunciada. Nestes casos, dê o devido destaque e ênfase.

Como dissemos anteriormente, é importante distinguir os cursos de formação ou de aperfeiçoamento e desenvolvimento profissional dos cursos de complementação ou extensão acadêmica e mencioná-los nos itens apropriados.

Inclua também informações relevantes de participações em workshops, congressos ou palestras.

Dessa forma, cite o nome do curso ou o seu conteúdo e a entidade realizadora. Opcionalmente você pode informar a duração, o local e, eventualmente, o docente.

De forma simples, a ideia é demonstrar e sinalizar para a empresa que analisa o seu currículo o grau de preocupação e interesse que você tem em se manter atualizado e participativo em relação aos assuntos e novidades de sua área de atuação.

Exemplo de Cursos Extracurriculares no currículo:

– Curso de SAP – Instituto de Tecnologia SAP – 2019
– IFEAT – International Federation of Aroma Trading Conference – Roma (2014), Cingapura (2012), Barcelona (2011), Canadá (2008), Budapeste (2007), África do Sul – 2018.
– Técnicas de Negociação – Febracorp – 2018
Trabalho em equipe – Academia Votorantim – 2017
– Comunicação Interpessoal – Academia Votorantim – 2017
– Gestão Financeira – Academia Votorantim – 2016
– A Nova Liderança – Eventos RH – 2016
– Auditor Interno ISO9001, ISO14001, OHSAS18001 – BRTUV – 2015
– Técnicas de Negociação e Vendas – FGV – 2014

LEIA TAMBÉM: AS PRINCIPAIS DIFICULDADES PARA CONSEGUIR EMPREGO E SUAS CAUSAS

REFERÊNCIAS

Alguns profissionais da área questionam o uso dessas informações no currículo. Outros, no entanto, apesar de acharem o assunto muito delicado, consideram essas informações importantes no processo de recrutamento e seleção de pessoal.

Diante destas posições, considere a importância de fornecer informações que possibilitem à empresa que está analisando o seu currículo tirar referências a seu respeito, tanto profissionais como pessoais.

E nossa opinião é que você deve procurar oferecê-las.

Entretanto, ao fazer isso em seu currículo, considere que, implicitamente, você estará dando permissão para que os contatos sejam estabelecidos.

Tome os devidos cuidados para não cometer gafes ou provocar constrangimentos para você ou para a pessoa a ser consultada.

Se mencionar alguém, mantenha essa pessoa informada sobre sua iniciativa, para que ela não seja surpreendida com a consulta e fique à vontade para poder conversar sobre você.

Informe os telefones dos contatos de referências apenas se solicitado pelo selecionador no processo seletivo, de forma personalizada. No currículo, coloque apenas a empresa, nome do contato e cargo:

Exemplo de Referências no currículo

Lojas de XXXXXXX Atacadista, Sr. Gustavo Amaral – Vice Presidente Corporativo de Negócios
Indústrias XXXXXXX, Sr. Renato Xavier, Diretor de Marketing

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES

Você pode criar um campo específico para dar uma série de outras informações, que não se enquadraram nos itens anteriores, mas que podem contribuir para uma melhor apresentação.

Nele, você pode mencionar suas atividades paralelas ou extras profissionais, tanto no passado quanto no presente, como por exemplo:

  • participação em entidades representativas ou de classe,
  • atividades comunitárias,
  • atividades políticas, religiosas, associativas, etc.

Pode mencionar também seus principais hábitos pessoais, como por exemplo, lazer e diversão.

Mas você só deve fazer isto se achar que os requisitantes poderão ver em seus hábitos pessoais como algo especial em seu perfil que possa fazer parte do perfil exigido e ou desejável para a posição em disputa.

Por exemplo, você está concorrendo a uma vaga de Gerente de Administração de Clube ou Hotel. Deixar claro em seu currículo que já é um hábito seu praticar esportes, atividades recreativas e sociais só vai estimular mais ainda o requisitante em conhecê-lo.

De qualquer maneira, não perca de vista a finalidade de um currículo.

Ou seja, sempre dê informações que, de fato, o credenciam melhor para a vaga de seu interesse ou que podem despertar interesse nos seus futuros interlocutores nas entrevistas.

Exemplo de Informações Complementares no currículo:

Ano de 2017, Presidente do Conselho Regional dos Representantes de Vendas de São Paulo;
Professor Universitário (substituto) na Faculdade de Ciências e Marketing – Sto Amaro – SP

NOTAS FINAIS

Vimos no decorrer deste artigo todas as etapas fundamentais para criar um currículo que será notado por qualquer recrutador!

Desde a simples personalização do currículo, passando pelos dados pessoais, organização das informações, objetivo profissional, resumo, passando pela formação acadêmica, histórico profissional, cursos extracurriculares, referências até chegar às informações complementares.

Agora é só fazer aquela revisão fundamental de todos os tópicos e se preparar para as entrevistas!

Esperamos que com estas dicas você consiga elaborar um excelente currículo e que isso lhe renda mais entrevistas de emprego para você mostrar todo o seu potencial e conquistar a oportunidade almejada.

Confira abaixo alguns materiais que serão úteis para a sua preparação para as demais etapas do processo seletivo:

Leia também:

– COMO SE COMPORTAR NAS ENTREVISTAS DE EMPREGO

– DINÂMICAS, TESTES E AVALIAÇÕES NO PROCESSO SELETIVO

Autor: Paulo Pereira

Sócio-proprietário da Eventos RH e Especialista em Recursos Humanos
Fundador do Canal no Youtube Trabalho e Renda
Autor de 2 livros sobre o mercado de trabalho pela Editora Nobel


Baixe gratuitamente nossos Modelos de Currículo Preenchidos  


Economize tempo e aprenda com quem sabe. Aproveite estes modelos de CV elaborados por especialistas em  Recrutamento e Seleção e elabore um currículo de sucesso.