OS INDICADORES DE APROVAÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

12 INDICADORES DE QUE VOCÊ FOI APROVADO (OU REPROVADO) NO PROCESSO SELETIVO

Você participou de alguns processos seletivos mas está ansioso(a) porque ainda não recebeu resposta? Calma, não vamos magicamente trazer esta resposta para você. Seria impossível prever todas variáveis presentes em um processo seletivo que desconhemos e te oferecer um resposta minimamente respeitável.

Contudo, listamos neste artigo alguns indicadores que extraímos do livro Manual do Selecionador de Pessoal (Dicas e Reflexões de Um Headhunter), do autor José Hamilton Bueno, que costumam servir como referência para os entrevistadores, como forma de avaliação sobre seu desempenho, ou sua aprovação ou reprovação, por assim dizer.

Com alguma ou outra adaptação, o autor apresenta os seguintes pontos:

  1. Demonstrou reais e comprovadas qualificações, competência e experiências para ocupar a posição em disputa.
  2. Tem um passado de realizações que o credenciam e que podem ser exploradas e aproveitadas por seu futuro empregador;
  3. Demonstrou efetivo, concreto e objetivo interesse pelo cargo;
  4. Demonstrou ser uma pessoa positiva, bem humorada e entusiasmada;
  5. Foi coerente durante o processo todo. Não manipulou, não mentiu ou tentou parecer o que não é;
  6. Foi pontual nas entrevistas e em outros compromissos.
  7. Mostrou-se aberto, disponível, interessado e envolvido em todas as etapas pela qual passou;
  8. Possui apresentação adequada em relação ao cargo e ao público com o qual se relacionará;
  9. Teve um comportamento ético exemplar. Demonstrou possuir valores morais saudáveis e normalmente aceitos;
  10. Não falou sobre dados confidenciais ou sigilosos, além de demonstrar lealdade com seus antigos empregadores e respectivos colegas;
  11. Demonstrou preocupação com as demais pessoas envolvidas no processo, bem como habilidades adequadas para se relacionar com elas;
  12. Apresentou referências, tornando os contatos mais fáceis.

Assista também: 

BÔNUS: INDICADORES DE REPROVAÇÃO NO PROCESSO SELETIVO

Abaixo, com base no mesmo livro, listamos também os indicadores de reprovação de um candidato no processo seletivo. Neste caso, é razoável presumir que, se o candidato cometeu alguns desses equívocos, há uma grande chance de que ele tenha sido eliminado do processo seletivo.

Se for o seu caso, calma, não se desespere. Aproveite para avaliar estes mesmos indicadores como forma de aprendizado e de evitar cometer estes erros nas próximas oportunidades:

  1. Solicitou revisão das condições de remuneração anteriormente combinadas;
  2. Possui qualificações muito acima (ou, obviamente, muito abaixo) das necessidades da posição;
  3. Mora longe em relação ao local de trabalho ou tem dificuldades de locomoção;
  4. Não tratou o pessoal de recepção e de apoio de maneira adequada;
  5. Não se manteve em seu devido lugar, não observando os limites éticos e de bom senso no seu relacionamento com o potencial empregador;
  6. Não demonstrou que teve realizações importantes ou apropriadas para a posição em disputa, em sua trajetória profissional;
  7. Demonstrou mal humor ou estar de mal com o mundo;
  8. Demonstrou indecisão com relação à proposta de trabalho e ao salário que lhe foi oferecido; foi lento demais para tomar decisões a respeito;
  9. Teve um comportamento ético, em relação aos seus antigos empregadores e respectivos colegas de trabalho, pouco recomendável;
  10. Mentiu durante o processo ou foi pego em situações de contradição, inspirando desconfiança e insegurança quanto às suas reais qualificações, personalidade e caráter;
  11. Pareceu totalmente desinformado sobre a empresa para a qual estava se candidatando e alienado em relação a muitas etapas do processo.

 

Autor: Paulo Pereira

Sócio-fundador da Eventos RH e Especialista em Recursos Humanos
Fundador do Canal no Youtube Trabalho e Renda
Autor de 2 livros sobre o mercado de trabalho pela Editora Nobel

Ebook Meu Trabalho, Minha Carreira e Meu Sucesso - Paulo Pereira